Muitas portuguesas ainda se esquecem de tomar a pílula todos os meses

shutterstock_522593164

Quando uma mulher se esquece de tomar a pílula tem uma maior probabilidade de ser surpreendida com uma gravidez indesejada. Ainda assim, 22% das portuguesas admitem que se esquecem de tomar a pílula todos os meses, segundo a ‘Avaliação das Práticas Contracetivas das Mulheres em Portugal’, desenvolvida pela Sociedade Portuguesa da Contraceção e pela Sociedade Portuguesa de Ginecologia. Entre as mulheres que se esquecem, 38% refere que não faz nada para evitar uma gravidez.

Sempre que se esquecem ou algo corre mal, as mulheres podem optar por tomar uma pílula de emergência, que adquirem de forma simples e sem receita na farmácia. Um estudo de uma marca de preservativos concluiu que grande parte das portuguesas – 87% – já conhecem a pílula do dia seguinte.


Leia também o artigo: Contracetivos: há mais métodos para além da pílula


No que toca aos homens, e de acordo com o relatório português do estudo Health Behaviour in School-aged Children 2014, 21,6% dos jovens não utilizam preservativo na primeira relação sexual. As razões que apresentam para não se protegerem são o facto de não terem pensado nisso, não terem o preservativo consigo, ser um método caro e estarem alcoolizados no momento da relação sexual.

Cerca de 40% dos jovens sexualmente ativos, entre os 16 e os 24 anos, até afirma ter relações sexuais com mais do que uma pessoa sem preservativo e 61% não costuma sequer pensar em preservativos antes de precisar realmente de um.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Cinco sinais de que o seu parceiro já não gosta …