Mulher com vida (muito) ocupada perde 88 quilos em dois anos

A norte-americana Dawn Morales sempre teve excesso de peso e, à medida que foi crescendo, esse problema começou a afetar-lhe a confiança. Sentia-se o centro das atenções onde quer que fosse.

“Sentia que as pessoas olhavam para mim em todos os lugares a que ia. Quando viajava em trabalho era terrivelmente maltratada em aviões porque ninguém queria sentar-se ao lado da ‘menina grande’. Sou naturalmente uma pessoa enérgica e que gosta de sair, mas quando alcancei o meu peso mais alto [169 quilos] tornei-me uma pessoa caseira”, contou Dawn Morales à Women’s Health norte-americana.

Para emagrecer, a norte-americana experimentou dietas documentadas em vários livros. Nenhuma resultou. A vida de Dawn Morales só mudou depois de ver que um colega de trabalho tinha perdido 22 quilos enquanto seguia um programa nutricional chamado ‘Take Shape for Life‘. Numa primeira fase, a empresa preparava cinco das seis refeições que tinha de fazer durante o dia. Depois, quando já se tinha habituado a comer de forma saudável, passou a receber apenas três. As restantes eram feitas por ela.

“A refeição diária que fazia para mim era rica em proteína magra, como frango ou peixe, com três porções de legumes. As duas maiores coisas que aprendi a fazer este plano foi a alcançar equilíbrio nutricional e a controlar as quantidades. Fiz este plano durante 15 meses e o peso voou”, recordou a norte-americana.

Como comer bem durante as viagens de trabalho?

As viagens em trabalho eram um dos maiores desafios de Dawn Morales. Sem poder comer as refeições que os nutricionistas do ‘Take Shape for Life’ lhe preparavam nem poder ser ela própria a cozinhar, a norte-americana teve de adotar novas práticas.

“Ao jantar peço algo do menu das crianças, desde que seja saudável. Peço legumes cozidos em vez de refogados e pergunto sempre qual o tamanho dos bifes”, explicou Dawn Morales.

O desporto também foi essencial nesta batalha contra o excesso de peso. Acompanhada por um personal trainer, a norte-americana começou a treinar duas vezes por semana.

“Faço questão de correr alguns quilómetros perto dos hotéis sempre que estou a viajar.”

Atualmente já treina seis vezes por semana e, na maior parte dos dias, nem precisa de acompanhamento. As frequentes viagens em trabalho não são desculpa para não treinar. “Faço questão de correr alguns quilómetros perto dos hotéis sempre que estou a viajar. É uma ótima maneira de treinar e ver a cidade”, garante.

Dois anos depois de ter mudado de vida, Dawn Morales não podia estar mais feliz. Sente que lida melhor com as situações de stress: em vez de comer para se acalmar, treina.

“Tenho uma vida completamente diferente agora. Sou muito mais ativa e nem vejo televisão, faço outras coisas diferentes para me divertir. As pessoas nem me reconhecem, algo que é estranho mas também divertido. Comprei dois armários de roupa novos e tive de ajustar o assento do carro porque agora sobra-me muito mais espaço”, acrescenta a norte-americana.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Como perder peso e celulite sem dietas loucas ou e…