“Nunca me senti suficientemente bom para a Angelina”

Angelina Jolie e Billy Bob Thornton em 2001

A frase no título é do ator Billy Bob Thornton, que esteve casado com Angelina Jolie entre 2000 e 2003. Num perfil traçado pela ‘GQ’ norte-americana, o vilão de ‘Fargo’ revisitou a intensa relação que teve com a atriz, recentemente separada de Brad Pitt. “Nunca me senti suficientemente bom para ela”, confessou o ator de 61 anos. Na altura, conta Thornton, Angelina andava em reuniões na ONU, com o presidente das Nações Unidas, ou a visitar agências de adoção.

Os diferentes estilos de vida acabaram por ser determinantes para a separação do casal. Contudo, aquilo que Thornton não suportava era mesmo o convívio com as estrelas de Hollywood: “Sinto-me muito desconfortável à volta de gente rica e importante.” O ator garantiu que continua a dar-se bem com Jolie, e que falam, por telefone, todos os meses.

Enquanto durou a sua relação, Billy Bob Thornton e Angelina Jolie apareciam frequentemente na imprensa. O casal foi protagonista de algumas declarações e comportamentos inusitados, sobretudo nos eventos de passadeira vermelha. Em 2001, Angelina Jolie chegou a ter um colar ao pescoço com o sangue de Thornton e vice-versa.

Depois de cinco divórcios, Billy está casado com a atriz Connie Angland, desde 2014. No seu corpo ainda tem duas tatuagens alusivas à relação com Angelina Jolie, que depois do casamento removeu o nome do ator do seu braço esquerdo.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Herman José recebeu primeiro prémio do Finalment…