O seu chefe é um bully? Conheça as razões e o como fazer para que ele mude

O seu chefe torna-lhe a vida num inferno? Torna-se a cada dia mais difícil suportar o ambiente no local de trabalho? São muitos os investigadores que já se debruçaram sobre este tema, produzindo uma vasta quantidade de estudos, contudo o problema persiste.


Veja ainda o artigo 10 perguntas que deve fazer antes de decidir casar


Este chefe, que ninguém sonha ter, tendencialmente faz uso de várias formas de agressão psicológica e parece ter sempre algumas vítimas prediletas. Ridicularizar um subordinado, rebaixá-lo em frente aos outros empregados, acusá-lo de incompetência, culpá-lo, mentir-lhe, não lhe dar o devido crédito pelo seu trabalho, são alguns dos maus tratos numa lista parece não ter fim. Provavelmente já presenciou ou viveu uma situação semelhante, da qual se está a recordar agora.

Sherry Moss, professora na Wake Forest University School of Business (Carolina do Norte, EUA), no artigo publicado na Harvard Business Review conta como a personalidade do chefe bully está intrinsecamente conectada a indivíduos com elevados níveis de Orientação Social Dominante (Social Dominance Orientation, SDO).

” O chefe bully pode levar a comportamentos contra produtivos, tanto do ponto de vista empresarial como interpessoal. Por exemplo, nas empresas em que o bullying acontece, os empregados tendem a chegar atrasados, intencionalmente atrasam o seu ritmo de trabalho, ou tendem a não acatar as instruções do chefe. O bullying pode ainda encorajar os subordinados a que se tornem eles mesmos em bullies, começando a humilhar os seus colegas, sendo rudes ou mesmo sendo agressivos entre eles. Não surpreendentemente, também aumenta o número de despedimentos”, afirma Sherry Moss.

As vítimas desta persona non grata não são aleatórias. Se está a ler e identificar-se com o subordinado desrespeitado, você ou é uma potencial ameaça para o seu chefe, por ser um bom trabalhador com potencial para subir na carreira, ou simplesmente é um mau empregado, ou melhor dizendo, o chefe bully considera-o um mau empregado não lhe dando o devido valor.

As pessoas que apresentam tendência para uma Orientação Social Dominante visualizam a vida como uma escada que deve ser subida, propondo-se a chegar ao topo. Mostre que não é uma ameaça a essa subida, mas uma ajuda, um parceiro, a chegar mais alto e o quando antes. Sempre que for distinguido por algum motivo laboral, saliente a importância que o seu chefe teve no processo. Partilhe os holofotes. Com sorte passará de ameaça a protegido, o discípulo do seu chefe bully.

Pode ainda ler o artigo completo publicado pela Prof.ª Sherry Moss, publicado no Harvard Business Review.

Imagem de Destaque: Shutterstock

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Mudar de vida aos 40: dois exemplos de sucesso