O reencontro entre Harry e o órfão que conheceu há 12 anos

Para além de vários anos dedicados ao serviço militar, o Príncipe Harry desenvolveu, paralelamente, trabalhos humanitários. Numa das suas viagens filantrópicas, em 2004, o jovem britânico conheceu Mutsu, um órfão, na altura com quatro anos, do Lesoto, um país situado na África do Sul.

Ao longo do tempo, ambos têm mantido o contacto através de cartas, mas foi ao fim de 12 anos que o Príncipe Harry e o órfão sul-africano tiveram a oportunidade de estar frente-a-frente novamente. O momento foi registado perante as câmaras, num novo documentário a ser exibido no canal britânico ITV, que relata o trabalho de Harry no Lesoto.

Nessa viagem, o príncipe recordou o impacto que esta experiência teve na sua vida. “Tenho todo este amor por África que nunca vai desaparecer… Espero que isso continue com os meus filhos”, partilhou no documentário.

Em 2006, o neto da rainha Isabel II de Inglaterra e o Príncipe Seeiso do Lesoto fundaram a Sentabale, uma instituição de caridade com o propósito de auxiliar crianças do Lesoto que ficaram órfãs por consequência deo VIH/SIDA. Desde então, a organização conseguiu prestar serviços de aconselhamento e despistagem do VIH a mais de 21 mil pessoas. O projeto tem a intenção de expandir-se para 5 países da África subsariana até 2020.


Leia também os artigos:
O significado dos nomes mais escolhidos em Portugal
Oito alimentos que nunca deve reaquecer
5 erros ao pequeno almoço que fazem ganhar peso

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Andreia Rodrigues quebra silêncio e denuncia R…