Subir

O filme que está a emocionar o mundo

beleza-colateral

O filme Beleza Colateral chegou aos cinemas nacionais a 22 de dezembro e são muitas as pessoas que saem da sala de cinema de lágrimas nos olhos. O drama protagonizado pelo ator Will Smith conta a história de Howard Inlet, um publicitário nova-iorquino que leva uma vida perfeita até ao dia em que a filha morre. Depois disso deixa-se envolver por uma depressão profunda e escreve cartas ao amor, ao tempo e à morte. Conceitos abstratos que acabam por contactá-lo sob forma humana (pode ver o trailer abaixo). Fátima Marques, terapeuta relacional responsável pelo projeto Co.mover.se, enfrentou a mesma dor e foi convidada para apresentar o filme em Portugal. Ao Delas.pt explica o que tem este filme de tão especial.

a carregar vídeo

“O Beleza Colateral aborda temas difíceis de uma forma delicada e com sentido de humor. Não sei de nada mais precioso em situações difíceis do que isso. Mostra-nos que a tristeza e a dor são reais, mas que ao lado delas podem coexistir muitas outras emoções, incluindo a alegria e a esperança”, explica Fátima Marques.


Leia também os artigos:
Amor Impossível: Cinema português em estreia na RTP1
Juliette Binoche brilha em festival de cinema
Amy Schumer vai interpretar uma Barbie pouco convencional no cinema


Antes de ver o filme, esta mãe só sabia que abordava a importância da ligação entre as pessoas. Só depois percebeu que se tratava da morte de uma criança e também não conseguiu conter as lágrimas.

“Senti uma enorme emoção, desfiz-me em lágrimas, lágrimas boas, de gratidão por esta oportunidade de falar sobre ele e sobre o meu amor por ele. Para mim este convite é exemplo da magia que tem estado sempre ligada ao Tomé, das coincidências incríveis e que são o que me dá força para continuar a viver”, recorda a terapeuta relacional.

Como lidar com a morte de um filho?

Para lidar com a morte do filho, Fátima Marques começou a escrever no blogue Tomézar, criou uma página de Facebook onde partilha tudo o que acontece relacionado com o filho, um projeto para adolescentes chamado ‘Sê aprendiz de quem te sabe fazer feliz’ inspirado nos sonhos de Tomé, está a fazer um documentário sobre a adolescência baseado nos textos do filho, começou a organizar Lisboa Deah Cafés – reunião de um grupo de partilha onde o único tema é a morte – e faz terapia de luto na Universidade de Braga.

“É claro que isto tudo provavelmente dá tonturas à maioria das pessoas, nem todos sentem vontade de fazer todas ou sequer alguma destas coisas. Estas foram as que escolhi porque eram as que tinham a ver comigo e com o Tomé, com o que nos ligava e continua a ligar, a vontade de que exista mais bondade e honestidade do mundo”, acrescenta a Fátima Marques.


Os mais lidos:

1.

Um chocolate negro criado por investigadores da Universidade de Cambridge.

Publicado por Delas.pt em Terça-feira, 10 de janeiro de 2017

2.

A britânica Anna Ruston foi raptada aos 15 anos.

Publicado por Delas.pt em Quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

3.

Fez sucesso na rede social Pinterest.

Publicado por Delas.pt em Sexta-feira, 6 de janeiro de 2017
Cátia Carmo