Mais mulheres no maior encontro literário do Brasil

shutterstock_71614207

Falta um mês para o início da Feira Literária Internacional de Paraty (Flip), um dos maiores eventos literários do Brasil. A feira decorrerá de 29 de junho a 3 de julho. E 17 dos 39 convidados são mulheres, representando esse número a maior percentagem de mulheres convidadas de sempre. Svetlana Aleksiévitch , Annita Costa Malute, Heloísa Buarque de Hollanda, Suzana Herculano-Houzel, são cinco das 17 convidadas, de diferentes áreas, que terão oportunidade de ser donas da palavra no evento.

O rácio entre mulheres e homens tem vindo a aumentar para o lado feminino todos os anos. Se em 2014 as mulheres representavam 15% dos convidados, em 2015 a proporção aumentou para 23% e nesta edição de 2016 as mulheres representarão 44% dos convidados. Este aumento deve-se “ao compromisso que a Flip assumiu de melhorar esse índice de participação feminina”, disse, ao El País (Brasil), o jornalista Paulo Werneck, o curador da programação.

Nesta 14ª edição, será homenageada a poetisa carioca Ana Cristina César (1952-83). A autora foi o expoente máximo a poesia marginal brasileira dos anos 70.

Na festa de abertura serão anunciadas todas as novidades da edição deste ano. Com a projeção de uma sessão de cinema e um sarau com autores selecionados entre todas as programações da Flip.

Consta ainda na programação da Flip, o encontro com a jornalista bielorrussa, Svetlana Aleksiévitch, que venceu o Nobel da literatura em 2015. Haverá tempo para se celebrar a literatura brasileira com a subida ao palco de nomes como Heloisa Buarque, Annita Costa Malufe e Suzana Herculano-Houzel. E claro, as presenças internacionais também marcaram presença como a peruana Gabriela Wiener, a historiadora britânica, Helen Macdonald, e a romancista, Valeria Luiselli.

Contudo, não só de mulheres se faz a festa. Se os nomes femininos são sonantes, os masculinos não lhes ficam atrás. O certame contará com a presença de nomes masculinos como Irvine Welsh, autor do Trainspotting e Karl Ove Knausgård, autor da séria literária, Minha Luta.

Ao longo dos cicno dias da feira, 39 autores de literatura contemporânea, distribuídos em 23 mesas, vão debater poesia, ensaio, humor e sexo, jornalismo, ciência, arquitetura, psicanálise, a obra de Ana C. e a sua influência na literatura contemporânea.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Denunciar as mulheres sem cabeça de Hollywood