Obama e Jimmy Fallon dão as notícias com voz ‘sexy’

O ‘The Tonight Show’ de Jimmy Fallon recebeu, esta quinta-feira, Barack Obama e Madonna. Foi o presidente dos EUA quem deu o pontapé de saída à emissão, quando foi chamado ao palco pelo anfitrião para participar no segmento Slow Jam the News. Eis o que aconteceu: enquanto a banda The Roots tocou uma suave música jazz, Obama fez o seu habitual discurso político, que Fallon depois complementou com pequenos apontamentos numa voz sexy.

Depois de um solo de guitarra final, e de uma forte ronda de aplausos, o presidente norte-americano sentou-se à conversa com o apresentador. Obama, que em novembro ficará a saber quem será o seu sucessor na Casa Branca, admitiu que não é um homem sentimental no que toca ao final do seu mandato. “O trabalho mantém-me ocupado. Não podemos estar a chorar na Sala Oval”, brincou.

O tom da entrevista, apesar de descontraído, foi sobretudo político. Os democratas Hillary Clinton e Bernie Sanders estiveram entre os temas abordados, assim como o republicano Donald Trump, que inspirou, como já era de esperar, algumas brincadeiras. Obama revelou ainda que, depois de deixar o governo, tem planos para dormir e visitar “um qualquer lugar quente”, para umas semanas de férias em família.

Com o programa a aproximar-se do fim, Jimmy Fallon chamou a sua segunda convidada de honra. Madonna não partilhou o palco com o presidente dos EUA, mas ficou responsável por fechar a emissão com uma versão slow do seu êxito de 1983 ‘Borderline’.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Filha de Diana Chaves estreia-se na moda