Pessoas inteligentes distraem-se mais no trabalho. Porquê?

Pessoas inteligentes distraem-se mais no trabalho (Shutterstock)

Os trabalhadores que têm problemas diários de concentração, podem ser intelectualmente superiores aos colegas. Pelo menos é o que diz um estudo, justificando que as pessoas mais inteligentes não conseguem facilmente concentrar-se porque têm o cérebro a fervilhar de boas ideias.

Os mais inteligentes tendem a ter dificuldades em priorizar as ideias em que se devem focar primeiro, com as distrações a conduzir potencialmente a “um sentimento de inadequação e incapacidade em lidar com a carga de trabalho de forma contínua”, explica o psiquiatra Ned Hallowell, investigador principal do Hallowell Center.

Graças à utilização crescente de novas tecnologias, estamos sujeitos a distrações no local de trabalho, em média, a cada três minutos.

Para este especialista, as mentes mais brilhantes acabam por ficar muitas vezes aquém das suas próprias expectativas e do chefe. “Os empregadores andam sempre à procura das pessoas mais brilhantes disponíveis, acontece que a incapacidade de lidar com múltiplas tarefas e distrações no escritório afeta tanto, ou até mais, as pessoas mais inteligentes do que as outras.”

Cérebro sobrecarregado
“A forma como estamos a trabalhar está a mudar mais rapidamente do que nunca e o nosso cérebro está a ser sujeito a stress e distrações que podem levar a uma sobrecarga – e as estatísticas mostram que as distrações no trabalho estão no topo da lista.”

O estudo que envolveu 10 mil funcionários de 17 países diferentes descobriu ainda que a disseminação de tecnologias no local de trabalho faz com que seja mais difícil para os empregados manterem-se concentrados – em média, surge uma distração a cada três minutos.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Mulheres ao poder nas empresas