Pippa Middleton “irritada” com o estatuto de “socialite”

Pippa Middleton, sister of Catherine, Duchess of Cambridge, poses for photographers to promote her first book "Celebrate", on party planning, in London

A gestão entre a vida privada e a condição de figura pública pode revelar-se uma verdadeira aventura, em particular para aqueles cuja condição de “famosos” lhes foi imposta por laços familiares. Pippa Middleton, irmã de Kate Middleton, enquadra-se neste padrão e revela alguma “irritação” ao ver o seu nome associado ao estatuto de socialite.

Em entrevista ao jornal britânico ‘Daily Mail’, Pippa Middleton, de 33 anos, manifestou o seu descontentamento perante a forma como as pessoas analisam a sua figura e, consequentemente, o seu trabalho.

“Vêm-me como alguém que está numa condição privilegiada e que a aproveita em beneficio próprio”, começa por desabafar. “Como alguém que não trabalha. Pensam que eu sou uma socialite – e essa palavra irrita-me -, que só gosta de festas e não tem qualquer substância”, sentencia.

Britain's Catherine, Duchess of Cambridge (R) sits with her sister Pippa Middleton on Centre Court for the men's singles final tennis match between Roger Federer of Switzerland and Andy Murray of Britain at the Wimbledon Tennis Championships in London July 8, 2012. REUTERS/Toby Melville (BRITAIN - Tags: ENTERTAINMENT SOCIETY SPORT TENNIS) - RTR34QN3
Pippa Middleton tornou-se publicamente conhecida depois de a sua irmã, Kate Middleton, ficar noiva de William, Duque de Cambridge. Fotografia: Toby Melville/Reuters

A condição de figura pública é genericamente entendida como uma combinação do melhor dos dois mundos. Se por um lado a pessoa em questão sujeita-se a estereótipos sociais, por outro tem a possibilidade de beneficiar dessa mesma condição para eventuais projetos profissionais. No entanto, Pippa Middleton não subscreve esta tese. “As pessoas pensam que eu tenho uma série de apoios, mas não é verdade. Sou apenas eu”.

Já no que diz respeito à vida privada, a irmã de Kate Middleton está noiva do empresário James Matthews e revela como tem gerido o mediatismo subjacente a membros com ligações à família real britânica.

“Criei uma espécie de carapaça para conseguir gerir tudo. Mas tem sido bastante difícil. Para o James foi tudo uma novidade, tivemos que ultrapassar alguns obstáculos juntos”

A entrevista ao jornal britânico surge na sequência da publicação do seu novo, e já segundo, livro, ‘Heartfelt, dedicado à culinária e à boa forma física. Foi precisamente através da comida que Pippa conquistou James Matthews, logo num dos primeiros encontros do casal. O casamento está definido para o próximo ano, no entanto, ainda não se conhece a data oficial da cerimónia.

 

 

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Laura Wasser, a chave secreta dos divórcios entre…