Primeira série de Woody Allen arrasada pela crítica

Woody Allen representa e realiza 'Crisis in Six Scenes'

“Dececionante”, “ignorante”, “preguiçosa”, “foleira”, “esquecível”. Estes são alguns dos adjetivos utilizados pela imprensa internacional para descrever a série que assinala a estreia de Woody Allen em televisão, ‘Crisis in Six Scenes’. As interpretações de Miley Cyrus e Elaine Maine no episódio de estreia, lançado na plataforma Amazon Prime esta sexta-feira, foram merecedoras de alguns elogios, mas nem isso parece ter salvado o projeto final.

“Será que ele sabe o quão má a série é? ‘Crisis in Six Scenes’ é desrespeitosa e ignorante para com a televisão enquanto meio. É certamente insignificante, preguiçosa, foleira. A comédia é leve e muito familiar. A estrutura é ingénua”, escreve o ‘The Guardian’.

Woody Allen e Miley Cyrus nas gravações da série
Woody Allen e Miley Cyrus nas gravações da série

A ‘Variety’, por sua vez, alerta para o facto de “grande parte da história depender do charme de Allen”. “Só que é difícil ver um homem de 80 anos como charmoso à luz do presente. Seria mais fácil, provavelmente, se não houvessem piadas sobre filhas adotivas”, frisa a publicação, referindo-se ao casamento do realizador com a filha adotiva de Mia Farrow, Soon-Yi Previn, que dura há 23 anos.

O ‘Boston Globe’ não hesita em afirmar que a trama é “uma perda de tempo”, enquanto o ‘The New York Times’ reforça: “Estamos a meio de uma revolução na comédia televisiva norte-americana, e uma importante fonte de humor negro e estilo cinematográfico para séries como ‘Louie’ ou ‘Transparent’ é, sem dúvida, Woody Allen. É dececionante, por isso, que ‘Crisis in Six Scenes’, a primeira série de Allen, pareça instantaneamente esquecível”.

O próprio Woody Allen, quando começou a trabalhar neste projeto, admitiu, com algum humor, que tinha cometido “um erro catastrófico”. “Nunca me devia ter metido nisto. Pensei que seria canja. Meia hora aqui, meia hora ali. Mas não é! É muito, muito difícil. Eu não vejo séries de televisão, por isso não sei o que estou a fazer. Acho que isto vai ser um embaraço cósmico”.

A comédia que se desenrola na década de 1960 tem o próprio Woody Allen como protagonista, ao lado de Miley Cyrus e Elaine May. A experiência parece ter sido tão má para o realizador que, em entrevista ao ‘Digital Spy’, garantiu estar de relações cortadas com o pequeno ecrã: “Espero nunca mais ter de fazer isto enquanto estiver vivo”.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Elite Model Look: eis os representantes de Portuga…