Subir

Príncipe Harry pintou o seu quarto de rosa

O príncipe Harry tem 32 anos

Nos dias que correm, o rosa não é uma cor reservada apenas às mulheres. Que o diga o Príncipe Harry, que decidiu pintar com essa tonalidade as paredes dos seus aposentos no Palácio de Kensington, em Londres, no Reino Unido.

“São cores muito fortes, muito contemporâneas. Ele escolheu uma mistura de cinzentos e de rosas. Ficariam surpreendidos” revelou a designer Joa Studholme, da empresa Farrow & Ball, que terá sido a responsável pelo makeover.

Nunca se referindo diretamente a Harry, adiantou apenas que quem requisitou os seus serviços foi “um jovem príncipe”. “Não foi o William nem o George”, frisou ainda, não negando que estava a falar de Harry.

O rosa parece ser, aliás, a cor do momento. Vemo-la não só a dominar algumas das maiores passerelles do mundo, como passadeiras vermelhas ou até catálogos e campanhas publicitárias. Afinal, de onde vem a tendência?

“O rosa é tão popular porque, atualmente, temos vidas muito ocupadas, muito rotineiras, muito cinzentas. O rosa é como um forte abraço”, explicou a consultora. A sua firma, curiosamente, já tem uma tonalidade apelidada de Middleton Pink (rosa Middleton), discreta, suave, “jovial e divertida”, inspirada na duquesa de Cambridge, Kate Middleton.

Carolina Morais / Fotografia: Reuters