Restaurante só serve pratos que reduzem risco de Alzheimer

salada

Preocupado com a saúde dos norte-americanos, o neurologista Alon Seifan decidiu abrir um restaurante no bairro de NoHo, em Nova Iorque, que apenas serve pratos com alimentos que ajudam a reduzir o risco de Alzheimer. No menu do Honeybrains reinam pratos com vegetais, frutas, cereais integrais e gorduras saudáveis. Alimentos que, segundo o especialista, beneficiam o cérebro e ajudam a prevenir a doença combatendo as inflamações, promovendo o equilíbrio de nutrientes no organismo, melhorando a circulação e o funcionamento do metabolismo.

“A inflamação ocorre no sangue que banha os nossos órgãos e, por sua vez, pode estar relacionada com a inflamação do cérebro”, explicou Alon Seifan, acrescentando que vários cientistas acreditam que esta relação é uma das causas da doença.

Os pratos mais cobiçados no restaurante são a “salada mediterrânica da mente” que leva espinafres, húmus, grão-de-bico, quinoa e nozes, temperada com molho de limão e mel e manjericão, e o robalo com batata-doce e especiarias. Os preços variam entre os 11 e os 13 dólares (10 e 12 euros).


Os mais lidos:
Gravidez avançada impede Natalie Portman de ir aos Óscares
O que nunca deve fazer nas redes sociais durante o Carnaval
Vídeo mostra mulher a ser espancada por resistir a violação


“Não nos preocupamos com as calorias. Quando as pessoas começam a pensar nas calorias começam a impor demasiadas regras”, acrescentou o neurologista.

honeybrains
O restaurante Honeybrains, em Nova Iorque

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Mais de um milhão portugueses está deprimido ou …