Ricky Martin “comovido” com a coragem das crianças refugiadas

Dedicado à luta contra o trabalho infantil e o tráfico de crianças, Ricky Martin visitou um capo de refugiados em Minieh, no Líbano. O artista porto-riquenho, que é embaixador da Boa Vontade da Unicef desde 2003, conheceu de perto a realidade de crianças e adolescentes que fugiram da guerra na Síria.

“Conheci crianças que foram forçadas a tornarem-se no ganha-pão da suas famílias, trabalhando até 12 horas por dia”, realçou Ricky Martin, através de um comunicado. “Estou comovido com a coragem destas crianças. Investir no seu presente é investir no futuro da região”, acrescentou.

Além de ter ouvido as histórias destas crianças sírias, o intérprete de êxitos como ‘Livin’ La Vida Loca’ ou ‘Maria’, de 44 anos, participou em várias outras atividades, tais como cantar, pintar desenhos ou jogar futebol.

De acordo com a Unicef, existem quase três milhões de crianças na região que não frequentam a escola, estando por isso mais expostas aos riscos de exploração e abuso.

Nesse sentido, Ricky Martin apelou para que as autoridades façam mais para “proteger os menores da exploração e para facilitar o acesso a locais seguros nos quais possam ser educados”.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Ben Kingsley: “através do olhar feminino, u…