Rihanna tem algo a dizer aos jogadores do Pokémon Go

Rihanna

Ao contrário de várias figuras públicas, que já confessaram publicamente estar viciados no jogo mais popular do momento, como Justin Bieber, Chrissy Teigen, Jimmy Fallon ou Lilly Allen, Rihanna parece não ser grande fã do Pokémon Go. Pelo menos, durante os seus concertos.

A cantora de Barbados, de 28 anos, deixou um claro aviso ao público durante o seu concerto deste fim de semana em Lille, França, poucos minutos depois de ter iniciado o espetáculo: quis que as pessoas presentes apreciassem a sua música e o seu espetáculo e que não estivessem concentrados na app que está a deixar o mundo viciado.

“Não quero ver-vos a mandar SMS às vossas namoradas e namorados pelos telemóveis. Não quero ver-vos a apanhar quaisquer Pokémons neste sítio”, disse Rihanna aos seus fãs, citada por um jornalista do ‘Hollywood Reporter’, que esteve no concerto.

Também recentemente, o galardoado realizador Oliver Stone veio a público criticar o Pokémon Go, frisando que o jogo não é assunto para brincadeiras e que é um exemplo da forma como as grandes companhias estão a tentar controlar as nossas vidas.

“Não tem graça nenhuma. O que está a acontecer é um novo nível de invasão. Os lucros são gigantes para empresas como a Google. Eles investem imenso dinheiro para encontrar informação sobre o que estamos a comprar, como somos, sobre o nosso comportamento. É o que muitas pessoas chamam de capitalismo vigilante”, disse o cineasta na Comic Con que decorreu em San Diego, EUA.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Príncipe Harry arrepende-se por não ter falado s…