Rihanna promove a educação infantil em África

Cada vez mais uma mulher de causas, Rihanna tem aproveitado o tempo fora dos palcos para lutar por um mundo melhor. Dias depois de ter participado na histórica Marcha das Mulheres, em Nova Iorque, EUA, a cantora de 28 anos rumou a Malawi, em África, para visitar uma escola e conhecer os seus alunos e professores.

Livre de maquilhagem, com umas calças e camisola práticas, a intérprete de ‘Work’ surpreendeu as crianças e, em nome da sua Clara Lionel Foundation, transmitiu-lhes a importância da educação no mundo contemporâneo.

“Acredito fortemente que todas as crianças, em todo o lado, devem ter a oportunidade de aceder a uma educação de qualidade”, defendeu Rihanna, num comunicado emitido em setembro, altura em que a sua organização anunciou uma parceria de vários anos com a também influente Global Partnership for Education.

Nos últimos anos, a artista tem feito muitas outras intervenções humanitárias. Em dezembro, por exemplo, juntou-se ao príncipe Harry em Barbados para alertar para a necessidade de exames regulares de despiste do vírus do VIH.

“Dar é importante para mim e deveria ser importante para toda a gente. Se temos a capacidade de ajudar e oferecer uma mão, por mais pequena que seja, devemos assumir essa responsabilidade”.

A Clara Lionel Foundation foi fundada por Rihanna em 2012, como forma de homenagear os seus avós. A organização tem-se focado não só na luta pela educação, como na melhoria das condições de saúde e acesso à cultura em todo o mundo.

 

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Filho de Ivanka Trump gatinhou pela primeira vez n…