Subir

Raymond Cloosterman: “A casa é como uma extensão da nossa personalidade.”

O escritório da Rituals em Lisboa é igual ao de Amesterdão e a todos os outros espalhados pelo mundo, com chão de madeira, secretárias amplas e muitas flores. A marca que leva para a nossa casa os rituais do Oriente lançou agora uma nova linha com um espírito mais urbano, a Express Your Soul, com aromas cítricos e embalagens pintadas pela artista MadC. Uma linha que conhecemos em primeira mão enquanto conversávamos com o fundador da marca, Raymond Cloosterman.

Porque é que escolheu trabalhar na indústria cosmética?

Aconteceu por acidente, foi uma coincidência. Depois de acabar a universidade entrei para a Unilever, onde começam a trabalhar na secção de cuidados pessoais, com o passar dos anos fui aprendendo sobre os produtos e aprendi atrabalhar esta área, e por isso desde aí as coisas aconteceram de forma natural dentro desta área. No meu último cargo foi-me pedido um trabalho visionário, onde tivesse de pensar sobre como construir marcas e novos negócios. Eu viajava pelo mundo e voltava com novas prespectivas para o negócio. Comecei por visitar lojas pequenas com carisma e tentei perceber o que tinham de diferente, depois fui ter com pesquisadores de tendências em todo o mundo, e passados três meses voltei cheio de energia e novas ideias. Então decidi começar a minha própria marca de cosméticas e assim nasceu a Rituals.

O que destingue a Rituals das outras marcas?

A Rituals é uma marca difícil de caracterizar porque tem maquilhagem, tem cuidados de banho, cuidados de corpo, é uma marca de lifestyle de luxo. O nosso objetivo é ajudar as pessoas a abrandar e a aproveitar as pequenas coisas, através da reinvenção dos hábitos do dia a dia. Esta é a nossa âncora e o que nos torna diferentes. Por um lado temos uma filosofia única, baseada no mindfullness, no Yoga, essa paixão por fazer as pessoas abrandar, e por outro lado fomos a primeira marca no mundo a combinar cuidados pessoais com os cuidados de casa.

Porquê combinar estes dois cuidados?

Quando comecei as minhas viagens de pesquisa, em que falei com muitas pessoas, comecei a descobrir que para a maioria das pessoas a sua casa estava muito ligada ao seu bem estar físico e mental, a casa é como uma extensão da nossa personalidade. Por isso fazia sentido criar linhas que podem ser usadas também na nossa casa.

E as fragâncias usadas para o corpo e a casa são as mesmas?

Sim e isso é muito diferente, não se vê muito isto. O nosso bestseller é o Sakura, que é um ritual inspirado no Japão, e o perfume do creme de corpo é exactamente o mesmo que o das velas, por exemplo. A Rituals é uma marca diferente que não é baseada num segmento de mercado mas numa tipologia de pensamento muito específica. Eu criei a marca para os meus melhores amigos e para mim mesmo. Outra caracteristica da marca é a boa relação qualidade preço, as lojas são super elegantes mas os produtos não são extremamente caros, o que os torna um excelente presente para nós próprios mas também para os outros.

Apesar de ser uma marca de beleza tem também uma linha de roupa?

Temos uma linha que se chama “SoulWear” e é composta por roupa confortável para relaxar em casa. Começamos a perceber através dos nossos clientes que partilhavam nas redes sociais os seus Rituais que mais de 50% das pessoas trocava de roupa quando chegava a casa do trabalho. Foi então que percebemos que fazia sentido ter uma linha de roupa para estar em casa, para dormir e para fazer yoga.

Além dos produtos das lojas uma das partes importantes do negócio da Rituals são os produtos viagem, qual é a diferença entre os dois mercados?

Na verdade é o mesmo conceito, são os mesmos produtos na sua maioria, mas temos alguns bastante diferentes, como as bolsas de viagem com produtos dentro que são um exclusivo para viagem. As pessoas viajam cada vez e este é um segmento muito interessante para explorar. Além dos produtos vendidos em aeroportos, temos ainda colaborações com hotéis e estamos presente em 8 companhias aereas, cujos pijamas e produtos que são dados na viagem são Rituals.

As linhas disponíveis nos hotéis são todas iguais?

Não, nós temos algumas linhas sob encomenda para os Hoteis, e temos uma total abertura para personalizar os produtos à medida do espaço.

Como é o processo criativo de uma nova linha de cosmética?

É completamente caótico, é mesmo uma grande confusão. Mas é uma das minhas partes preferidas do trabalho, eu estou envolvido em todo o processo e acompanho todas as equipas. No início do processo junto um grupo de jovens verdadeiramente apaixonados pela marca e pela nossa filosofia e junto com eles começo a criar um novo ritual. O que em nós é difrente de todas as outras marcas, é que quando começamos um produto novo, a primeira coisa que fazemos é olhar para história ancestral da Ásia, que nós queremos partilhar com os outros. Por exemplo a linha Sakura, conta o florescimento das cerejeiras no Japão e toda a tradição ligada a este momento. Por isso começamos primeiro com a história e depois é que vamos buscar os igredientes naturais que melhor combinam na narrativa.


Veja também os cuidados de beleza que tem de ter na primavera.