Subir

Eurovisão: Portugal é o segundo favorito e Salvador Sobral ainda nem atuou

O impacto de ‘Amar pelos Dois’ não para de crescer e as apostas sobre quem vai vencer o certame musical europeu são disso mesmo reflexo. Até há uma semana, antes de Luísa Sobral viajar até Kiev, na Ucrânia, onde tem substituído o representante português nos ensaios técnicos do concurso, o tema por si composto e que será interpretado pelo irmão Salvador Sobral estava em quinto lugar no site Eurovision World, que reúne as apostas internacionais ao favorito à vitória. A três dias da semifinal, a canção de Portugal ocupa a segunda posição, sendo apenas ultrapassada por Francesco Gabbani com ‘Occidentali’s Karma’, de Itália.

“O mundo está a apaixonar-se pelo melhor candidato português de sempre”, escreveu há dois dias o jornal britânico ‘Metro’. “A música poderia ter sido vencedora da Eurovisão nos anos 1950, assim como pode ser a vencedora em 2017”, acrescentou.

Salvador Sobral com a irmã e autora de ‘Amar pelos Dois’, a também cantora Luísa Sobral

A conquista do mundo, como refere a publicação, não tem apenas que ver com a simplicidade e com a melodia de ‘Amar pelos Dois’ – que a imprensa especializada apelida de “majestosa”, “puro deleite” e “muito doce e bonita” -, mas também com o carisma do próprio cantor… que ainda nem subiu ao palco.

Salvador Sobral foi visto no início da semana num programa de televisão do canal espanhol estatal RTVE, ao lado do representante do nosso país vizinho, e arrebatou com uma nova versão da música portuguesa, cantada ao piano.

“Agora entendo porque se diz que precisa de um transplante de coração: ele doou o dele à música…”, lê-se entre os comentários à prestação, partilhada no YouTube. “Se isto não é arte pura, não sei o que será…Podemos cair, mas vamos cair de pé!”, diz outro.

https://www.youtube.com/watch?v=ffqIa1L4TBE

O intérprete viajará para Kiev apenas no domingo, dois dias antes da semifinal de 9 de maio, para estar mais perto da equipa médica que o acompanha.

Portugal e ‘Amar pelos Dois’ é o quinto tema da Eurovisão mais pesquisado no Google, avançou em comunicado o motor de busca. Os dados estatísticos concluíram que França (‘Requiem’) é a mais pesquisada, seguindo-se Itália, Bulgária e Austrália.

Sobral, de 27 anos, precisa classificar-se entre os dez primeiros na primeira semifinal para garantir passagem à final, que se realiza a 13 de maio. A RTP1 transmite as galas.

Ana Filipe Silveira