Santos populares em chique

Lembra-se da Susaninha, a amiga da Mafalda da bd de Quino? Que dizia “poder ao povo? Poder ao povo?? Pra quê? Para que o povo o devolva cheio de cascas de laranja e nódoas de chouriço?”

Nem tanto ao mar nem tanto à terra, mas deixe o magote dos santos populares para depois de jantar que vai fazer em casa – com amigos, no mesmo espírito festeiro mas sem apertos nem gente estranha bêbeda, demasiado cedo.

Garantimos que a decoração temporária que propomos aqui para engalanar esse jantar é por demais barata e a permanente, a mais cara, vai ficar pelo menos até ao fim do verão. E vai servir para todas as festas como esta, que começam num sunset privado e acabam em Alfama ou na Ribeira, quando já está ébria e feliz, com o seu amor pela cinta e ramo de manjerico no cabelo.

Se não tem por agora amor, e quer ter, estas são as noites de festa são mágicas para o encontrar. Desde que há gente que o solstício é a altura em que a energia cósmica mais ajuda nos affaires du coeur. Diz que sim, que é verdade, e experimentar não custa.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Brasil, Brasil, onde os corações foram divertido…