Segundo maior cargo do Parlamento Europeu nas mãos de uma mulher

Cecilia Wikström [Fotografia: Facebook]

Chama-se Cecilia Wikström, tem 51 anos, é sueca, membro do partido liberal e foi, esta quinta-feira, 2 de fevereiro, confirmada como presidente da Conferência dos Presidentes das Comissões do Parlamento Europeu (PE). Ou seja, a deputada será a grande coordenadora política, o que equivale a dizer que tem o segundo cargo mis importante do PE.

Esta estrutura tem por função coordenar o trabalho dos comités regulares e extraordinários e harmonizar a melhor cooperação entre todos.

A minha prioridade será a de dinamizar, melhorar e reforçar o trabalho legislativo e a cooperação do PE com o Conselho de Ministros e a Comissão Europeia”, declarou, de acordo com o site Politico, a nova presidente.

Pela frente, tem uma das tarefas que vai requerer maior habilidade: o Brexit (a saída do Reino Unido da União Europeia, votada em referendo).

Com reuniões estabelecidas para as terças-feiras, em Estrasburgo, a escolha do responsável máximo para liderar esta Conferência de Comissões é feita entre os presidentes dos respetivos comités. O mandato tem uma vigência de ano e meio.

Cecilia Wikstorm [Fotografia: Twitter]
Cecilia Wikstrom [Fotografia: Twitter]
Refugiados, segregação nas escolas e endometriose

Atualmente, Cecilia Wikström estava a preparar o relatório da Comissão em torno das liberdades civis, no âmbito da reforma de Dublin. Um dos aspetos que a deputada chamava à atenção prendia-se com a desproteção que existia para menores refugiados que chegavam sozinhos à Europa.

“No ano passado, pelo menos 10 mil crianças e adolescentes escaparam do radar e desapareceram”, alertou a deputada.

Em janeiro último, Wikström interveio na sessão plenária do parlamento no sentido de apelar à ajuda de emergência para refugiados e migrantes que enfrentam condições climatéricas rigorosas nos campos europeus. Entre as declarações recentes que tem feito estão, entre outras matérias, a abolição da segregação nas escolas e a prevenção e investigação da endometriose.

Cecilia Wikstorm na atividade parlamentar [Fotografia: Twitter]
Cecilia Wikstrom na atividade parlamentar [Fotografia: Twitter]
Escritora, sacerdotisa e deputada

Nascida a 17 de outubro 1965, desde os anos 80 que vive em Uppsala. Com um bacharel em Teologia e tem sido sacerdotisa na Igreja Sueca desde 1994. Em paralelo, tem escrito vários livros, entre eles “Quando a Vida se Desmorona”, premiado livro do ano no seu género em 2004.

Paralelamente, a parlamentar tem dirigido cargos regionais e nacionais e, entre eles, destaque para a comissão sueca para a UNESCO ou o Comité da Polícia ou o grupo de Mulheres Liberais, da região de Uppsala.

Em 2002, Wikström foi eleita pelo partido liberal para o parlamento sueco, tendo sido reeleita em 2006. Três anos depois, tornava-se membro do Parlamento Europeu e integra a Aliança dos Democratas e Liberais pela Europa.

Entre 1995 e 2010, Cecilia esteve casada com o ex-ministro sueco da Educação. Depois de separada e até agora, tem tido uma relação com o sacerdote sueco Björn Bolin.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Patrícia Mamona vence no meeting de Dusseldorf