Subir

Sobrinho de Hillary Clinton está a fazer furor na internet

Tylor Clinton surgiu em público para apoiar a candidatura presidencial da tia na convenção nacional do partido democrata e, depois disso, tornou-se no membro da família que está a despertar a maior atenção dos norte-americanos.

Durante a convenção democrata, era espectável que a hashtag – #Clinton – dominasse o top dos assuntos mais comentados desse momento nas redes sociais. O que pode surpreender é o verdadeiro motivo para que tal tivesse acontecido. A beleza de Tylor Clinton, sobrinho de Hillary Clinton, tem despertado o interesse e curiosidade por parte de apoiantes e não-apoiantes e dos media. Depois de surgir num evento público de apoio à tia, rapidamente se desencadeou uma busca digital por mais informações sobre aquele elemento (até agora) desconhecido da família Clinton.

Tylor Clinton tem 22 anos e é filho de Roger Clinton, irmão do pai de Bill Clinton. Os seus olhos azuis e 1,90 de altura estão a conquistar o mundo da moda norte-americana. À carreira de modelo, Tylor junta uma larga experiência em viagens e uma licenciatura na universidade de Loyola Marymount, em Los Angeles.

Para além da vida de estudante, que terminou este ano, e da carreira de modelo, o sobrinho de Hillary Clinton dedica parte do seu tempo a causas ambientais e sociais. Na sua página da rede social Linkedin pode ler-se que é, desde 2012, diretor administrativo da fundação Let’s Grow, uma organização dedicada à preservação dos recursos naturais e desenvolvimento de medidas de combate ao aquecimento global.

Clinton é ainda um ativista pela defesa dos direitos da comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexual e Transgénero), uma causa que defende lado a lado com a sua noiva, revela a fotografa Adina Doria à publicação ‘Entertainment Tonight’.

Apesar de participar em diversos campos ativistas, e agora na campanha política de Hillary, Tylor parece sentir o peso do apelido que carrega. A cautela nas redes sociais é percetível pelos 947 amigos no Facebook, ou os 3000 mil fans no Instagram, números que se revelam baixos quando falamos de um membro do clã Clinton. A esta restrição, Tylor mantém as suas contas privadas e não está presente no Twitter.

Recorde-se que a Convenção Democrata decorreu entre os dias 25 e 28 de julho, em Filadélfia, e surge enquadrada na campanha para as presidenciais norte-americanas, a 8 de novembro de 2016. Durante o evento, Hillary Clinton foi eleita candidata oficial pelo partido democrata, a primeira mulher a consegui-lo.

Ana Filipe Silveira