Taylor Swift sacou do feminismo no discurso dos Grammy Awards (vídeo)

Taylor Swift arrasou com um discurso poderoso ao aceitar o seu segundo prémio de álbum do ano, nos Grammys. Era uma resposta feminista à letra misógina de Kanye West, que a ofendeu no seu último disco. Em ‘The Life of Pablo’, West dizia, na letra, “tornei aquela cabra famosa”.


Veja o vídeo:


“Como a primeira mulher a ganhar duas vezes Álbum do Ano, quero dizer a todas as jovens: vai haver sempre pessoas que vão querer menorizar o vosso sucesso, ou ficar com os louros pelos vossos sucesso e a vossa fama. Mas se se focarem no trabalho e não deixarem que estas pessoas vos tirem do caminho, um dia, quando lá chegarem, vão olhar à volta e saberão que foram vocês e as pessoas que vos amam que vos puseram lá, e esse será o melhor sentimento do mundo!”, disse Taylor, sendo muito aplaudida.

A guerra entre Taylor Swift e Kanye West vem de longe. Nos prémios MTV de 2009, em que o cantor disse que quem devia ter ganho devia ser Beyoncé – em direto e retirando o microfone a Swift. Mas já antes disso tinham andado nas redes sociais com acusações e contra-acusações.

Em The Life of Pablo, Kanye West disprara directo: “Para todos os negros que me conhecem bem/ Acho que talvez eu e a Taylor talvez ainda façamos sexo/ Porquê? Porque fui eu que tornei a cabra famosa/ Deus/ Eu tornei a cabra famosa.” Swift considerou a música misógina e disse nunca ter dado autorização para a utilização do seu nome nela.

Veja mais no DN:

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Que homem era capaz de um golo assim? (vídeo)