Subir

Tem vestido sem mangas? Então está proibida de entrar na Câmara dos Representantes

A regra aplica-se a repórteres, funcionários e legisladores. A partir de agora, e tendo em conta relatórios e tweets publicados recentemente e recolhidos pelo site de informação Jezebel, as mulheres não poderão entrar nos espaços formais da câmara baixa do Congresso dos Estados Unidos, a Câmara dos Representantes, os ombros e braços desnudados, nem com os pés a descoberto.

Ou seja, vestidos e tops sem mangas e sandálias ou apenas sapatos ligeiramente abertos que mostrem os dedos – aqui também se aplica a homens – estão a ser proibidos quer na Câmara, quer na zona de Imprensa.

A decisão terá partido do presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos da América, Paul Ryan, que, em junho, terá declarado que “os membros devem usar vestuário de negócios apropriado para comparecer a estes encontros”.

Até ao momento, três jornalistas declararam já terem vistos as suas roupas consideradas como “inaceitáveis”, tendo-lhes sito dito que se voltassem a violar o código estipulado seriam proibidas de entrar.

Para já, as regras parecem não se aplicar ao Senado, nem à Casa Branca onde a filha do presidente e conselheira Ivanka Trump regularmente – e a imagem de abertura deste texto é de 15 de junho – surge nas fotografias com os braços a descoberto.

Imagem de destaque: Eric Thayer/Reuters

CB