Três mil católicos procuram casamento em site de encontros

Três mil católicos procuram casamento em site de encontros

A plataforma de encontros que reúne católicos que procuram um relacionamento sério e duradouro, tendo em vista o casamento, conta já com três mil inscritos. Com quatro meses de existência, a DatesCatolicos.org ainda não tem enlaces religiosos no currículo, mas conta com inscritos que procuram um católico ou católica para relação séria.

E a prova de que o amor não escolhe idades, como também não exclui ninguém, António Pimenta de Brito um dos fundadores da plataforma – a par da mulher, Marta -, releva ao Delas.pt que “a pessoa mais nova tem 18 anos e há também uma pessoa de 71 anos”. “Temos uma procura muito intergeracional”, embora confirme que as faixas etárias que mais procuram o DatesCatólicos sejam as pessoas que têm entre 30 e 50 anos.

“Em janeiro, a procura voltou a subir e acho que se deve ao facto de ser um mês em que as pessoas começam por cumprir as resoluções que tomaram no início do ano”, afirma António Pimenta de Brito.

No site DatesCatólicos.org há já alguns testemunhos de inscritos que dizem ter encontrado o amor, mas, ao contrário de outras estruturas, o caminho desta plataforma faz-se de forma mais lenta, mas também mais sustentada. Se no início houve um ‘boom’ de inscritos, essa tendência foi acalmando, conhecendo novo fulgor no início do ano. “Em janeiro, a procura voltou a subir e acho que se deve ao facto de ser um mês em que as pessoas começam por cumprir as resoluções que tomaram no início do ano. As pessoas voltam mais ao ‘dating’, tal como sucede um pouco, com as dietas”, contextualiza António de Brito.

António de Brito e Marta são casados e são os mentores da plataforma portuguesa datesCatólicos.org

Imagem de uma parte do questionário, que deve ser preenchido aquando da inscrição
Imagem de uma parte do questionário, que deve ser preenchido aquando da inscrição

Num universo digital no qual os homens tendem a ser mais participantes, o DatesCatólicos.org conta também com um predomínio do sexo masculino, mas em relativo equilíbrio de género: “55% dos inscritos são homens e 45% são mulheres. Estes valores revelam que elas estão mais proativas e acabam por aderir e ser mais ativas”, afirma o fundador. Os utilizadores das grandes cidades compõem a maior fatia de inscritos desta plataforma, cuja adesão implica custos – 24€ por trimestre ou 60€ anuais – e obriga ao preenchimento de um teste de combinação, de questionários e também de uma declaração em como há interesse pelo casamento pela igreja.

Para lá do ‘dating’, o site organiza iniciativas e eventos regulares, nem todos exclusivos para os inscritos. “Vamos ter um retiro, fazemos workshops avulsos e temos formadores profissionais nas áreas. Os interessados inscrevem-se e podem comparecer pessoas inscritas no site e, também, de fora”, esclarece António Brito.

“Queremos implementar melhor a plataforma e queremos, nos próximos cinco anos, e triplicar o número de membros”, afirma o fundador

Neste momento, o DatesCatolicos.org contam já, refere o mesmo responsável, com “membros de todos os países de língua oficial portuguesa”, mas o objetivo passa pela expansão a esses mesmos territórios. “Queremos expandirmo-nos e instalarmo-nos”, afirma António Brito. “Queremos implementar melhor a plataforma e queremos, nos próximos cinco anos, e triplicar o número de membros”, afirma o fundador do site, que está integrado numa rede de serviços desta natureza já presente em dez países. O primeiro a aderir ao projeto de ‘dating’ católico foi a Áustria que, em 10 anos, conta com 300 casamentos celebrados.

Imagem de uma parte do questionário, que deve ser preenchido aquando da inscrição

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Namoro ou casamento, onde somos mais felizes?