Trump expulsou os One Direction do seu hotel, recorda cantor

one-direction-band

Numa nova entrevista à publicação ‘Rollacoaster’, Liam Payne revelou que os One Direction já foram expulsos da Tower Trump, onde estavam hospedados no hotel de cinco estrelas, pelo próprio presidente norte-americano.

“Trump já chegou a expulsar-nos do seu hotel. Nem dá para acreditar. Ele queria que nós conhecêssemos a sua filha [não especificando qual delas]. Trump ligou para o nosso agente e nós estávamos todos a dormir, nessa altura. Ele disse: ‘Então, acorde-os’. Quando nos acordou, eu disse que ‘não’. A partir daí, ele proibiu-nos de usar a garagem subterrânea. Obviamente, em Nova Iorque não podemos andar pela rua, não dá hipótese [referindo-se aos fãs]”, recorda o cantor de 23 anos, um dos cinco elementos da boyband britânica que entretanto já se separou.

Liam Payne, que se prepara para ser pai, fruto do seu relacionamento com a cantora Cheryl Cole, acrescentou: “Face a isso, Trump disse: ‘Ok, então não vos quero no meu hotel’. E fomos obrigados a sair”, frisa o jovem cantor.

O presidente norte-americano está, entretanto, num outro conflito com outro músico. Recentemente, o rapper Snoop Dogg partilhou um teledisco onde aponta uma arma a um homem semelhante a Trump. O líder da Casa Branca respondeu, dizendo que Dogg teria sido castigado se tivesse feito o mesmo com Barack Obama, e que a sua carreira está “em queda”.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Jolie reforça ajuda às vítimas de violência se…