Turistas aconselhadas a não usar saias nem vestidos curtos na Índia

Demonstrators attend a candlelight vigil to mark the first anniversary of Delhi gang rape, in New Delhi December 16, 2013. A 23-year-old woman was gang-raped on a moving bus in Delhi December 16, 2012, beaten and then pushed out onto the street along with her male companion. She died two weeks later amid an outpouring of anger across India. Four men were sentenced to death while a teenager was sentenced to juvenile custody. REUTERS/Anindito Mukherjee (INDIA - Tags: CRIME LAW ANNIVERSARY) - RTX16L3M

O ministro do Turismo indiano, Mahesh Sharma, avisou as mulheres que estejam a planear visitar o país para não usarem minissaias, vestidos curtos ou andarem sozinhas à noite, por “razões de segurança”.

Sharma pede também às estrangeiras que se desloquem ao país que fotografem as placas de matrícula dos veículos que as transportem e enviem as imagens para alguém da sua confiança.

Estas instruções foram transmitidas numa conferência de imprensa no passado domingo, em Agra, onde o ministro apresentou um kit, para entregar às mulheres, que inclui um cartão com essas instruções.

Mahesh Sharma sublinhou que não se trata de impor um código de vestuário aos turistas do sexo feminino, mas antes garantir a sua segurança e prevenir eventuais abusos sexuais, já que são frequentes os casos de violações de mulheres na Índia.

Apesar das justificações, o ministro não se livrou das críticas, com muitos a considerarem que as suas instruções refletem a tendência de culpabilizar as vítimas desse crime, num país onde há 92 casos de violação reportados diariamente, como acusa Ranjana Kumari, diretora do Centro de Pesquisa Social para Mulheres e Jovens de Nova Deli.

Os críticos do ministro não veem diferença entre as recomendações que este anuncia agora e a forma preconceituosa como as autoridades indianas têm vindo a lidar com o problema, culpando as mulheres pela ocorrência dos crimes, em vez de se centrarem nos seus autores.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

Marine Le Pen ataca Hillary Clinton