Subir

Uma Thurman sente-se “violada” por beijo de empresário italiano

Uma Thurman fotografada na gala AmFAR, na passada quinta-feira, 19 de maio

O bizarro episódio aconteceu durante o jantar-leilão solidário, promovido pela American Foundation for AIDS Research (AmfAR), esta quinta-feira, em Cannes, à margem do festival de cinema.

O outro protagonista da situação chama-se Lapo Elkann, empresário italiano de 38 anos. Depois de ter arrematado em leilão uma “experiência Victoria’s Secret” (um pacote que inclui lugar privilegiado no desfile e na after party da conhecida marca de lingerie), pela qual pagou 196 mil dólares (aproximadamente 175 mil euros), o empresário italiano aproximou-se da atriz de ‘Pulp Fiction’ e, aparentemente contra a vontade desta, beijou-a.

Em declarações ao site Huffington Post, a representante de Thurman garantiu que a atriz não gostou deste episódio. “É oportunismo no seu pior. Ela não foi conivente com a situação”, declarou Leslie Sloane. A representante da atriz acrescentou ainda: “algures, na cabeça dele, deve ter pensado que este era um comportamento correto. Claramente não foi. Ela está triste por isto ter acontecido e sente-se violada”.

Elkann, neto do falecido magnata da indústria automóvel, Gianni Agnelli e herdeiro do império Fiat, ainda não reagiu às declarações da representante de Uma Thurman mas as imagens do momento, que começaram a circular na internet, foram eliminadas (embora continuem a ser partilhadas nas redes sociais).

Raquel Costa // Fotografia: Ian Langsdon / EPA