Subir

Unidos para proteger mulheres de uma gravidez não planeada

Campanha planeamento familiar

Em todo o mundo existem mais de 214 milhões de mulheres sem acesso aos métodos contracetivos modernos. Só no ano passado, devido a esta necessidade, cerca de 770 mil raparigas foram mães. Muitas destas mulheres – algumas delas apenas com 10 anos – viram-se obrigadas a abandonar a escola para cuidar dos filhos, comprometendo não só a sua saúde como também o futuro. Para combater este flagelo, o governo britânico juntou-se à Fundação Bill e Melinda Gates, à United Colors of Benetton e ao UNFPA, a agência da ONU que luta por um mundo onde cada gravidez seja desejada, para lançarem esta terça-feira, na Cimeira de Londres sobre planeamento familiar, a campanha global ‘Power her Choices’ (‘Dar força às escolhas delas’, em português), inteiramente projetada pela Fabrica, centro de investigação em comunicação do Grupo Benetton e responsável por outras campanhas marcantes da marca.

links_metro

“Milhões de mulheres e adolescentes não têm acesso a métodos contracetivos modernos. Nos últimos cinco anos, graças à iniciativa Planeamento Familiar 2020, atingimos mais de 30 milhões de mulheres, mas temos de trabalhar ainda mais, ampliar as nossas parcerias e estender o nosso alcance para que ninguém seja deixado para trás”, explicou Natalia Kanem, diretora interina executiva do UNFPA.

Com esta campanha mundial de planeamento familiar, as instituições envolvidas esperam que, em 2020, mais de 120 milhões de mulheres tenham acesso a métodos contracetivos modernos. Caso veja por aí uma lâmpada em formato de útero, já sabe: trata-se da imagem principal da iniciativa (pode ver abaixo o vídeo da campanha).

a carregar vídeo

“É uma metáfora de como o trabalho da UNFPA pode ajudar a criar uma nova consciência entre as jovens mulheres de todo o mundo. Muitas raparigas, especialmente nos países em desenvolvimento, devem poder decidir sobre as suas vidas e ter acesso a métodos contracetivos“, afirmou Carlo Tunioli, administrador delegado da Fabrica, o centro de investigação em comunicação do Grupo Benetton.

C.C.