Viola Davis relata episódios de agressão sexual de que foi vítima

A atriz Viola Davis

É hoje uma atriz de sucesso, tendo no seu currículo um Emmy e duas nomeações para os Óscares. Mas a vida de Viola Davis nem sempre foi risonha. A artista norte-americana, de 51 anos, participou no encontro anual da The Rape Foundation, onde fez vários relatos das agressões sexuais de que foi vítima quando era criança.

“Eu, a minha mãe, as minhas irmãs, a minha amiga Rebecca e outras amigas de infância temos algo em comum: todas nós somos sobreviventes de agressões sexuais nas mais diversas formas”, começou por dizer Viola Davis.

A protagonista da série ‘Como Defender Um Assassino’, que em Portugal é exibida no AXN, prosseguiu com o seu testemunho. “Quando eu era mais nova, havia muitos homens que ofereciam dinheiro se te pudessem tocar. Aos sete anos, quando íamos para a casa de um amigo para uma festa de aniversário, encontrávamos sempre alguém que já nos tinha tocado”.

Viola Davis contou ainda um episódio no qual a vítima foi a sua própria irmã. “A Danielle tinha oito anos, estava a andar de patins por volta da uma da tarde e passou pela esquina de uma loja quando foi agredida sexualmente”, contou a atriz. “Ela contou à nossa mãe, que foi a correr para a loja. O dono desse estabelecimento disse: ‘Ele faz isso a todas as meninas'”. Atualmente, a irmã de Viola Davis é “viciada em heroína e prostituta”.

A grande preocupação da atriz norte-americana é perceber que este cenário se repete nos dias de hoje e que continuam a existir vários jovens que são vítimas de pedófilos e predadores sexuais.

SUBSCREVER

Subscreva a newsletter e receba semanalmente todas as noticias de forma confortável

packshot_site

APP DELAS

Aceda por telemóvel, smartphone ou tablet as notícias, informações, num ambiente atrativo e intuitivo, compatível com o seu equipamento.

Appstore Googleplay

‘Will & Grace’ está de volta. Hil…