Subir

Zika é emergência de saúde mundial, diz OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o vírus Zika crise de saúde internacional. Dias depois de ter previsto uma propagação “explosiva” que pode chegar aos 4 milhões de infetados em todo o mundo, o alerta deixado pelo organismo vem agora fazer equivaler o risco de contágio deste vírus ao do Ébola, embora a mortalidade nas pessoas diretamente infetadas seja significativamente menor.
Neste encontro de urgência, que teve lugar em Genebra, foi ainda discutida a relação entre o vírus e o aumento de casos de microcefalia em bebés. A OMS declarou “emergência de saúde pública de interesse internacional” para os casos de má-formação e de disfunções neurológicas em recém-nascidos.


Recorde os cuidados a ter se vai viajar para as zonas afetadas pelo surto de Zika.


Com esta declaração a OMS impulsiona os estudos científicos necessários para estabelecer a relação direta entre os casos de infeção do Zika e a microcelfalia, para além da observação do aumento de casos das duas doenças na mesma proporção. Além disso espera-se conseguir chegar a uma vacina no prazo de dois meses com a investigação a que obriga esta declaração.

 

C.B.