Subir

10% das jovens universitárias vítimas de violência foi ameaçada de morte pelo namorado

O observatório de violência do namoro em contexto universitário, recebeu nos últimos dez meses 120 queixas. Destas vítimas cerca de 12 foram ameaçadas de morte pelos namorados, um número revelado pelo estudo desenvolvido pela associação Planoi, que será divulgado na íntegra esta quarta-feira, dia dos namorados.

Dos 1800 estudantes inquiridos 37% reconheceu ter sido violento no namoro, sendo a violência psicológica a mais frequente, cerca de 90% dos casos. A maioria das vítimas é do sexo feminino, aproximadamente 92%, destas 8% já foi obrigada a ter comportamentos sexuais indesejados e um quinto afirma ter sido controlada em aspetos relacionados com a sua imagem e com lugares que frequenta.

Mais de metade dos inquiridos neste estudo confessou ser vítima de violência no namoro. No que diz respeito à manutenção de relações violentas 13,5% dos rapazes e 6,5% das mulheres consideram masoquistas as raparigas que mantêm relações violentas.

 

Violência no namoro continua a aumentar