Subir

Dolce & Gabbana responde a quem pede um boicote à marca

A Dolce & Gabbana não resistiu a responder a quem pede um boicote à marca italiana por esta ter aceitado vestir a primeira-dama norte-americana Melania Trump quando muitas outras recusaram. E fê-lo em jeito de provocação.

A casa de alta-costura lançou uma simples T-shirt branca, com a hashtag #boicote inscrita, o seu nome e o símbolo de um coração. A peça está a venda por cerca de 220 euros e chega ao mercado ao mesmo tempo que Domenico Dolce e Stefano Gabbana publicaram uma campanha que recria um falso protesto.

“Para todos os que gostam de nós e para todos os que nos odeiam”, escreveu Gabbana na legenda da filmagem, partilhada nas redes sociais.

https://www.instagram.com/p/BVPNmBylbOI/

Quando Donald Trump chegou à presidência dos Estados Unidos, estilistas como Marc Jacobs e Tom Ford negaram vestir a mulher. Recentemente, quando esteve em Itália com o marido, Melania deu que falar por ter vestido um casaco da dupla de estilistas avaliado em mil euros 45 mil euros.

Esta semana, aquando da sua mudança da Trump Tower, em Nova Iorque, para a Casa Branca, em Washington, a mulher do chefe de estado norte-americano voltou a usar um look Dolce & Gabbana.

Ana Filipe Silveira