Subir

A Dove achava que lavar tirava a cor à pele?

A marca de cuidados de banho que tantas vezes nos emocionou com anúncios e campanhas de elogio à beleza real meteu a pata na poça. A Dove fez um gif para o Facebook em que mostrava uma mulher negra a despir uma t-shirt e a transformar-se numa mulher ruiva.

mar-se numa mulher ruiva.

A ruiva depois tira uma t-shirt e transforma-se em morena, mais escura do que a anterior. Mas o mal já estava feito: ao transformar a negra em ruiva e não havendo a transformação de uma das duas mulheres de pele clara em negra, a Dove deu a possibilidade ao público de interpretar o anúncio como racista. E o público assim fez. O gel de duche da Dove parece – e não é má vontade, parece mesmo – ter a capacidade de aclarar o tom da pele e é claro que isso não pode ser bem visto.

A Dove reagiu imediatamente, na sexta-feira, no Twitter dizendo que tinha “acertado ao lado” do conceito de beleza real que caracteriza a marca. Este domingo chegou às redações um comunicado de imprensa, num tom bastante mais carregado, onde se pode ler que o anúncio:

“Não representa a diversidade da beleza real que é algo pelo qual a Dove é apaixonada e que está no coração das nossas crenças. Não devia ter acontecido. Estamos profundamente e sinceramente arrependidos pelas ofensas que causamos e não aprovamos qualquer atividade ou iconografia que insulte qualquer audiência.”