A política italiana alvo de ameaças por defender mulheres e migrantes

Fotografia: EPA/GIUSEPPE LAMI

Nas redes sociais, ataques contra a presidente do Parlamento, Laura Boldrini, vão desde o apelo à violência aos comentários sexuais – incluindo por líderes da Liga Norte e do 5 Estrelas

Na internet há fotomontagens em que aparece de cabeça cortada, nas redes sociais não são raros os comentários violentos de cariz sexual, já queimaram uma efígie sua e já recebeu uma bala pelo correio. Mas os ataques contra Laura Boldrini, a presidente do Parlamento italiano que tem sido uma voz contra o sexismo e o racismo, não vêm só de desconhecidos. O líder da Liga Norte, Matteo Salvini, comparou-a a uma boneca insuflável e recusou pedir desculpa, e um dos porta-vozes do Movimento 5 Estrelas garantiu-lhe de forma irónica: “Mesmo se fôssemos todos violadores, não corrias perigo nenhum.”

Leia mais em dn.pt