Abuso infantil, objetificação e hipersexualização. Boneca com IA chega ao teatro

boneca Bu!
[Fotografia: Divulgação]

Uma boneca com inteligência artificial que promete um relacionamento perfeito vai estar em palco no Teatro Viriato, em Viseu, durante uma peça-instalação que reflete sobre o abuso sexual das mulheres e a objetificação do corpo feminino.

A peça-instalação “BU!”, da artista brasileira Vanessa Garcia, foi apresentada no Brasil há dois anos e chega agora à Europa, sendo apresentada em Viseu entre quinta-feira e sábado.

“As pessoas saem sempre muito pensativas, porque chegam para o lançamento dessa boneca, que é uma boneca de sexo, uma boneca que serve para ser companheira”, tentando o homem a “descartar o modelo orgânico, separar da esposa e comprar a boneca” que não tem defeitos, contou à agência Lusa Vanessa Garcia.

Segundo a artista, a boneca de olhos expressivos, longos cabelos platinados, unhas pintadas e saltos altos que irá interpretar em palco “não reclama, não tem TPM [tensão pré-menstrual], não discute a relação” e “faz tudo” o que o homem quer.

“Também é uma crítica ao patriarcado, à forma como tentaram modelar as mulheres para pertencerem a um padrão. A boneca é uma grande ironia para tudo isso”, frisou.

Vanessa Garcia frisou que a peça é “extremamente atual”, abordando temas como “o abuso sexual infantil, a objetificação do corpo feminino e o limite ténue entre o empoderamento enquanto mulher” que, por exemplo, usa a roupa que quiser para se sentir bem, e “o lugar em que é estimulada a se hipersexualizar para gerar ‘likes’ e aceitação”.

Durante o espetáculoreferência ao facto de que, no Brasil, “a cada oito minutos uma mulher é estuprada ou sofre abuso sexual”., haverá um relógio a contar e que, a cada oito minutos, soma mais um, numa

“Quando eu fiz a pesquisa para a peça eram 11 minutos. Quando eu fiz a exposição em 2022 era a cada nove minutos, ou seja, reduziu o tempo. Agora são oito, é um dado alarmante”, frisou.

Foi com esta peça-instalação que Vanessa Garcia se curou de abusos que sofreu ao longo da vida, primeiro na infância e depois já na vida profissional, e que não conseguia revelar por se sentir culpada.

“Há uma cena na peça em que a boneca diz ‘eu tenho oito anos e vou contar tudo o que aconteceu, do jeitinho que aconteceu nos mínimos detalhes'”, avançou a artista à Lusa.

A peça-instalação acontecerá num cenário digital e interativo, misturando teatro, dança, performance, música, artes visuais, projeções, realidade aumentada e tecnologia.

Vanessa Garcia explicou que facilmente a peça poderá ser apresentada em países em que não se fale português, por ser muito tecnologia e adaptável.

“O público acompanha a boneca a ser montada. É um chão de fábrica, eu sou a boneca e o André Reis, além de estar a operar o videomapping e som, é o programador da boneca”, contou.

O Teatro Viriato será o responsável pela difusão europeia da peça-instalação “BU!”, que se destina a maiores de 18 anos.