Subir

Amy Schumer reage a declarações de guionista sobre vítimas de abusos sexuais

Quem cala consente e Amy Schumer não podia permanecer no silêncio. Após as polémicas declarações de Kurt Metzger, comediante e guionista da série ‘Inside Amy Schumer’, sobre as vítimas de abusos sexuais, a comediante utilizou as redes sociais para manifestar a sua profunda desilusão. Na sua página do Twitter escreveu: “estou muito triste e desapontada com as últimas atitudes de Kurt”, realçando que, apesar de o considerar um amigo, é “absolutamente contra as suas recentes ações”.

A polémica em torno de Kurt Metzger começou antes de o próprio usar da palavra. Um grupo de comédia, designado ‘Upright Citizens Brigade’, proibiu o humorista Aaron Glaser de assistir aos seus espetáculos, após ter sido acusado de violar sexualmente mulheres comediantes ao longo de vários anos. As acusações foram negadas pelo próprio num texto publicado na rede social Facebook, entretanto apagado.

Glaser foi expulso do grupo de comédia e Metzger entrou na polémica. Num texto publicado na mesma rede social, Kurt Metzger satirizou a situação, que considerou ser uma injustiça para com Glaser. ” Acabei de ouvir uma notícia horrível. O tio Jiff Dilfybert é um violador. Só o sei porque umas mulheres o disseram e isso é quanto me basta”. Kurt prossegue num longo texto em que chega a dizer, de forma irónica, que “as palavras das mulheres são como a bíblia, incapazes de mentir”. A indignação que desencadeou forçou o guionista a apagar a publicação.

Recorde-se ainda que a própria Amy Shumer foi vítima de abusos sexuais quando tinha 17 anos. Em julho de 2016, numa entrevista à publicação ‘Marie Claire’, a comediante revelou: “A minha primeira experiência sexual não foi muito boa”, acrescentando que só se apercebeu do ato de violação quando releu os seus diários.

Amy Schumer, de 35 anos, viu-se ainda envolvida numa controvérsia que a própria criou quando, esta quinta-feira, escreveu no Twitter: “Eu não despedi Kurt. Ele não escreve para a minha série porque nós não vamos continuar com as gravações”. Dando a entender que a sua série terminaria na quarta temporada, que estreou em junho deste ano.

No entanto, os fãs de ‘Inside Amy Schumer’ podem respirar fundo. A série “não vai ser cancelada”, esclareceu a atriz horas depois de ter semeado a dúvida.

Já Kurt Metzger não vai continuar a colaborar na série. “O Kurt não trabalha para mim. Ele não vai escrever a minha série. Parem de me perguntar sobre isso. As palavras dele não são as minhas”, respondeu a atriz, novamente no Twitter, após ter sido confrontada com a hipótese de o ter despedido a propósito dos seus comentários.

Na mesma rede social, Amy aproveitou para sublinhar que a equipa de produção vai entrar num período de pausa prolongado, estando o regresso previsto para “um futuro próximo”. Durante a interrupção, que se deverá estender por um ano, Amy Schumer aproveitará para realizar um conjunto de espetáculos de comédia ao vivo, assim como dedicar algum tempo à escrita.

“Inside Amy Schumer” é uma série norte-americana transmitida pelo canal Comedy Central. O enredo estreou-se em 2013 e está na sua quarta temporada.

Raquel Costa // Fotografia: Mario Anzuoni / Reuters