Subir

As mortes mais chocantes da televisão em 2016

Das duas uma: ou o desenrolar da ação exigia a perda de uma personagem, ou os atores que a interpretavam escolheram afastar-se da série. De qualquer forma, muitas das tramas que encheram o pequeno ecrã em 2016 ficaram marcadas por mortes chocantes, de tirar a respiração, que durante dias foram comentadas nas redes sociais.

O ‘The Hollywood Reporter’ debruçou-se sobre o assunto e, com base na opinião de vários críticos televisivos, divulgou uma lista de 15 momentos impactantes. Em primeiro lugar, surge a morte de Glenn, personagem de Steven Yeun em ‘The Walking Dead’, que foi brutalmente espancada por Negan (Jeffrey Dean Morgan) com um bastão.

[Atenção, as imagens que se seguem podem ferir os mais sensíveis].

O top 3 inclui ainda a morte de Robert Ford – Anthony Hopkins em ‘Westworld’ – e a de Hodor – Kristian Nairn em ‘A Guerra dos Tronos’.

Os críticos ouvidos pela publicação norte-americana deram ainda destaque ao desaparecimento de personagens como Poussey Washington (Samira Wiley) de ‘Orange is the New Black’, Bernard (Jeffrey Wright) de ‘Westworld’, Ramsay Bolton (Iwan Rheon) de ‘A Guerra dos Tronos’, Lexa (Alicia Debnam-Carey) de ‘The 100’, Pablo Escobar (Wagner Moura) de ‘Narcos’ ou Robin Hood (Sean Maguire) de ‘Era Uma Vez’.

Carolina Morais