Subir

Assédio sexual: Este é o anúncio que diz tudo

Vai ser exibido pela primeira vez na transmissão televisiva da cerimónia dos Globos de Ouro, da cadeia americana NBC. O anúncio reproduz as expressões que, durante décadas as mulheres ouviram quando denunciaram casos de abusos, violação e assédio sexual: “Ele disse. Ela disse”. Ou seja, a ideia de que a palavra é pouco credível para provar os atos, questionando-se vezes sem conta a vítima à procura de contradições…no seu discurso.

As frases são repetidas num spot de 30 segundos, criado pela empresa Droga5 e divulgado em antecipação pelo site ADWeek. Começando pela alternância entre “ele disse, ela disse/ he said, she said”, o anúncio rapidamente passa a repetir apenas “ela disse”, uma alusão direta à quantidade de mulheres que fez denúncias, e que o jornal ‘New York Times’ foi divulgando ao longo de vários trabalhos, contra homens proeminentes da sociedade americana.

Harvey Weinstein, é o caso mais recente e talvez mais mediático, pela lista infindável de mulheres que acusou de assédio e abuso e que vai voltar a estar em foco este domingo, nos Globos de Ouro.

Várias atrizes, que participam na cerimónia, anunciaram que se vão vestir de preto como forma de protesto.

 

 

Hollywood vai ter projeto contra o assédio sexual