Subir

Chico Buarque, o “machista”, volta a entender as mulheres como ninguém