E a nova definição da palavra mulher é…

Foram mais de 500 as propostas para a nova definição da palavra ‘mulher’, levada a cabo pelo canal televisivo FOXlife e o dicionário ‘online’ Priberam. Entre elas contam-se os contributos deixados pelas cantoras Simone de Oliveira e Gisela João, o estilista Luís Buchinho, a atleta Vanessa Fernandes, a cientista Raquel Oliveira e o ‘Chef’ José Avillez.

Estudadas, analisadas e contemporizadas, a nova definição já está disponível online e surge mais alargada, mantendo associados os seus conteúdos pejorativos: “ser humano do sexo feminino ou do género feminino; pessoa do sexo ou género feminino, depois da adolescência; pessoa do sexo ou género feminino casada com outra, em relação a esta; pessoa do sexo ou género feminino com quem se mantém uma relação sentimental e/ou sexual; conjunto de pessoas do sexo ou género feminino; que tem qualidades ou atributos considerados tipicamente femininos (ex: mulher da vida: [depreciativo] meretriz, prostituta; mulher de armas [figurado] corajosa, guerreira, lutadora”. Palavras relacionadas: mulherzinha, mulherinha, feminino, mulheraça, mulheril, supermulher, mulherada.

[Fotografia: Priberam]
Durante três semanas, o movimento “A palavras mulher definida por nós” levou a que centenas de pessoas deixassem o seu contributo no site www.palavramulher.pt, uma vez que a evolução do papel da mulher na sociedade se encontra alterado mas o significado ainda não refletia essa mudança nos dicionários.

Antes da revisão das propostas, a palavra mulher encontrava-se definida no dicionário Priberam como “pessoa adulta do sexo feminino; conjugue ou pessoa do sexo feminino com quem se mantém uma relação sentimental e/ou sexual; pejorativo: mulher pública: meretriz“.

Na opinião de Cláudia Pinto, linguista da Priberam, “a versão agora online é bastante mais completa e ajustada ao uso real”.

Imagem de destaque: Shutterstock

E se o significado da palavra “mulher” pudesse mudar?