Ellen DeGeneres perde mais de um milhão de telespectadores

ellen
Fotografia: Instagram Ellen Degeneres

Em julho do ano passado, a apresentadora foi acusada de compactuar com racismo, bullying e xenofobia nos bastidores do programa a que dá nome – The Ellen DeGeneres Show.

“The Ellen DeGeneres Show” estreou em 2003 e rapidamente se tornou um dos programas de maior audiência dos Estados Unidos da América. Contudo, o êxito do talk-show ficou sob ameaça quando, no verão de 2020, vieram a público alegações feitas por antigos funcionários do programa quanto à toxicidade do local de trabalho.

A polémica em torno de Ellen DeGeneres descrevia um ambiente de bullying, xenofobia e racismo vivido nos bastidores. As denúncias levaram à demissão de três produtores do programa, Ed Glavin, Kevin Leman e Jonathan Norman.

Todavia, a 21 de setembro de 2020, com o arranque da 18.ª temporada, a apresentadora dedicou algumas palavras aos telespectadores e a todos aqueles que, até ali, haviam sofrido em silêncio.

“Aprendi que aconteceram coisas que não podem voltar a acontecer. Levo isto muito a sério, se desapontei alguém ou magoei os seus sentimentos, peço imensa desculpa”, disse a também comediante de 62 anos.

“Eu sei que estou numa posição de privilégio e poder e percebo que com isso vem a responsabilidade, e eu assumo a responsabilidade pelo que acontece no meu show”, concluiu.

Apesar de o episódio ter conseguido reunir a maior audiência de uma estreia de temporada dos últimos quatro anos, este resultado não se manteve. Segundo uma reportagem do The New York Times, o programa de Ellen teve uma média de 1,5 milhões de telespectadores nos últimos seis meses, contra 2,6 milhões no mesmo período do ano passado.

Estes resultados traduziram-se numa queda de 43%, que fez com que, aquela que antigamente era a concorrência direta, ganhasse terreno no mundo das audiências. O programa Dr. Phil, por exemplo, soma cada vez mais público, chegando aos 2,5 milhões.

O The Ellen DeGeneres Show terá perdido, ainda, cerca de 20% das suas receitas em publicidade.

Contudo, e contrariando as expectativas daqueles que acreditaram que a apresentadora ia abandonar os ecrãs, está confirmada a 19ª temporada.

David McGuire, vice-presidente executivo da produtora Telepictures, disse: “O The Ellen DeGeneres Show continua a ser um dos três programas de entrevistas com maior audiência nesta temporada”. E acrescentou: “Apesar da transmissão estar, de maneira geral, em baixo, e a covid-19 estar a ser um desafio para a produção, estamos ansiosos para trazer de volta o nosso público ao vivo e uma 19.ª temporada repleta de momentos hilários e comoventes que fizeram do programa de entrevistas um dos mais bem-sucedidos da história”.

Apesar da queda das audiências, Ellen ganhou o prémio dos People’s Choice Awards para Talk Show Diurno de 2020 em novembro, um prémio votado pelos fãs.