Empresas de têxtil, moda e calçado registam maior número de insolvências em 2024

pexels-matthiasgroeneveld-3358417
[Fotografia: Pexels/Mathias Groeneveld]

Os processos de insolvência de empresas em Portugal tiveram um crescimento homólogo de 11% até junho, para 1.074 casos, com a indústria têxtil e moda a ser maioritária, anunciou a Informa D&B.

Nos primeiros seis meses deste ano, o aumento dos processos de insolvência, na ordem dos 11%, em termos homólogos, “não é transversal” a todos os setores, sendo que se “concentra maioritariamente” na indústria têxtil e moda, segundo o barómetro elaborado pela consultora.

A Informa D&B dá ainda nota de que no semestre analisado, este subsetor apresenta 196 empresas em insolvência. Já as empresas da indústria têxtil e moda que abriram insolvência até junho aumentaram em 110, representando um crescimento homólogo de 128%, com destaque para a fabricação de calçado (+58 insolvências e +414% empresas que abriram processos de insolvência) e a confeção de outro vestuário exterior em série (+31 insolvências e +78% empresas que abriram processos de insolvência)”.

Os concelhos portugueses de Guimarães e Felgueiras são aqueles onde as insolvências da indústria têxtil e moda têm um peso maioritário, salienta o barómetro.