Escócia aprova lei para artigos de higiene íntima gratuitos

O parlamento escocês aprovou a proposta de lei para que os cuidados de higiene íntima femininos (pensos e tampões) sejam gratuitos para todas as mulheres que necessitem. Segundo o relatório da Unicef de 2015, cerca de 500 milhões de mulheres e raparigas não têm acesso a este tipo de produtos.

Na Escócia uma em cada cinco mulheres não tem posses para adquirir estes produtos e, por isso, acaba por improvisar pensos higiénicos com jornais antigos, papel higiénico, meias e roupas velhas. Esta realidade foi tornada pública em março através do relatório da ONG Women for Independence.

A lei foi proposta pela deputada do partido Trabalhista Monica Lennon e teve 96% de votos favoráveis. “Esta decisão é maior do que a política partidária, trata-se de um futuro mais justo para mulheres e meninas na Escócia. Nós podemos tornar um futuro mais justo numa realidade” disse Lennon no parlamento. Angela Constance, secretária para a igualdade acrescentou que “numa sociedade tão rica como a Escócia, ninguém deveria sofrer a indignidade de não conseguir satisfazer as suas necessidades básicas”.

Segundo esta lei os produtos de higiene íntima estarão disponíveis em bancos alimentares, escolas, liceus e universidades, para todas as mulheres que não os consigam comprar.

Imagem de destaque: Shutterstock

Cansada durante o período? Há uma razão biológica para isso!