Espanha, Inglaterra e EUA são a ‘pedra no sapato’ do calçado português

Exportações de sapatos bateram um novo recorde de 1965 milhões em 2017, mas alguns dos mais importantes mercados estão em retração. Indústria mostra-se em Milão

As exportações cresceram, pelo oitavo ano consecutivo, batendo um novo máximo histórico de 1965 milhões de euros em 2017, mais 2,8%. São quase 84 milhões de pares de sapatos vendidos no estrangeiro. Mas há algumas “pedras no sapato” da indústria mais sexy da Europa – as vendas para França, o maior comprador de calçado português, caíram 1,5%, Espanha comprou menos 6,5% e o Reino Unido sofreu uma retração de 6%. Para não falar da quebra de quase 6% nos Estados Unidos, eleito como o grande alvo da indústria em 2018.

Leia mais em www.dn.pt