Especulação com bilhetes para Taylor Swift: valores chegaram aos 1500 euros a mais

46452189_BINARY_1477344532
Taylor Swift [Fotografia: Monica Schipper/Getty Images/AFP (Photo by Monica Schipper / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP]

Três pessoas foram detidas por tentarem vender bilhetes para os concertos da cantora norte-americana Taylor Swift em Portugal com um valor superior ao estipulado, revelou a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE).

Em comunicado, a ASAE explica que as três pessoas foram detidas “em flagrante delito, pelo crime de especulação”, ficaram sujeitas a termo de identidade e residência e serão notificadas para comparecer em tribunal.

A propósito dos dois concertos de Taylor Swift no estádio da Luz, em Lisboa, na sexta-feira e este sábado, 24 e 25 de maio,, a ASAE fez uma operação de fiscalização nos últimos dias, “direcionada à venda de bilhetes, em plataformas digitais, essencialmente redes sociais”.

Na operação de fiscalização, foram ainda apreendidos cinco bilhetes que estavam a ser vendidos nas redes sociais, “com margens líquidas de lucro com valores que oscilavam entre os 120 e 1.500 euros por bilhete”.

Taylor Swift atua pela primeira vez em Portugal, no âmbito da digressão mundial “The Eras Tour”.

Os dois concertos em Lisboa foram anunciados praticamente há um ano e os bilhetes esgotaram rapidamente, com um preço a variar entre os 62,50 e os 539 euros, sem taxas.

A digressão, que celebra a carreira de Taylor Swift, com um alinhamento que inclui os temas mais populares, só terminará em dezembro deste ano em Vancouver, no Canadá.

Esta digressão mundial de Taylor Swift já bateu recordes e foi a primeira a ultrapassar os mil milhões de dólares (cerca de 923 milhões de euros) em receitas, de acordo com a revista Forbes.

LUSA