Subir

Este exercício de 10 minutos é solução para ter uma barriga lisa

Depois de ter sido mãe, a jornalista Michaeleen Doucleff, do site norte-americano NPR, ficou incomodada com a sua barriga. Além de ter pedido a definição de outros tempos ficou flácida e fez com que sentisse que continuava grávida de alguns meses. Recentemente ouviu falar de uma preparadora física e de um médico que andam pelos EUA a pôr em prática uma técnica que promete devolver a boa forma às barrigas das mulheres que acabaram de dar à luz e resolveu experimentar.

“Algumas semanas mais tarde estou a rebolar num tapete de ioga com uma dúzia de outras mães e mulheres grávidas em São Francisco”, contou Michaeleen Doucleff, na primeira pessoa, no site NPR.

Antes de começar a aula, a personal trainer Leah Keller avisou as alunas de que, dentro de três semanas, iam começar a ver mudanças dramáticas no seu corpo.

“Vão poder perder facilmente cinco centímetros da vossa cintura em três semanas. Não é uma expectativa irrealista. Um grupo de médicos do hospital Weill Cornell fez um estudo sobre o programa que vamos fazer. Verificou que 100% das mulheres [participaram 63 no estudo] alcançaram os resultados pretendidos“, sublinhou Leah Keller.

Depois de quatro semanas de exercício, a personal trainer usou uma fita métrica para medir a barriga das mulheres e verificar os resultados. “Uma por uma é sucesso após sucesso. Várias mães fecharam completamente as suas separações abdominais. Muitos centímetros de barriga perdidos. Uma das mulheres teve resultados surpreendentes. Perdeu cerca de 10 centímetros”, contou a jornalista.

Como pôr em prática o famoso exercício

A facilidade com que o famoso exercício é posto em prática também surpreendeu a jornalista. Apenas exige que as mulheres fiquem sentadas no chão, de pernas cruzadas e com as mãos na barriga enquanto respiram. E é na respiração que está o truque para fortalecer os músculos do estômago: “Deixe a barriga expandir-se totalmente”, alertou a personal trainer.

Se preferir não praticar este exercício de pernas cruzadas pode também fazê-lo de joelhos no chão, em pé com os joelhos ligeiramente fletidos, de cócoras ou deitada de lado, em posição fetal. O ideal é mudar de posição a cada dois minutos. Só tem de garantir que as suas costas estão direitas.

O que acontece à barriga depois da gravidez?

A barriga flácida com que as mulheres ficam depois de dar à luz tem um nome científico: diástase do reto abdominal e traduz-se na separação dos músculos abdominais. Os resultados de um estudo norueguês publicado no ano passado revelaram que este problema é bastante comum, afetando cerca de um terço das mães do país após o parto. Já sabe: se não ficou com a forma física de Irina Shayk seis meses depois de ter um filho não tem razões para se preocupar.

diástase do reto abdominal

Imagem mostra o efeito da diástase do reto abdominal. Durante a gravidez os músculos abdominais esticam e acabam por separar-se para acomodar o feto em crescimento, tal como mostra a imagem da esquerda

“Este é um assunto o omnipresente. As pessoas podem começar a sentir alguma dor nas costas porque o núcleo está enfraquecido”, explicou Geeta Sharma, obstetra do hospital Weill Cornell, em Nova Iorque.

Para voltar a ter uma barriga definida as mulheres têm de realinhar os músculos abdominais. É aí que o exercício entra em cena. Na Internet encontra dezenas de rotinas que pode pôr em prática, mas os especialistas alertam para a falta de qualidade de muita dessa informação. “Alguns deles são, na verdade, potencialmente prejudiciais”, avisou Linda Brubaker, obstetra e ginecologista na Universidade da Califórnia.

Praticar exercício físico durante a gravidez também pode ajudá-la a prevenir este problema. Com a ajuda e acompanhamento de um especialista deve fortalecer o abdómen antes, durante e após a gravidez.

“A melhor maneira é a prevenção. Deve fazer-se exercício durante a gravidez”, recomendou também Raul Artal, ginecologista da Universidade de St. Louis, nos EUA.