Subir

Grande Lisboa sem programa de rastreios do cancro da mama

ARS de Lisboa e Liga contra o Cancro negoceiam protocolo depois de governo inscrever verba no Orçamento do Estado.

Apenas um terço dos centros de saúde da Região de Lisboa e Vale do Tejo faz rastreios ao cancro da mama. Tendo em conta o Relatório de Monitorização e Avaliação dos Rastreios Oncológicos em Portugal, que também inclui dados de 2016 sobre os cancros do cólon e colo do útero e foi publicado agora no site da Direção-Geral da Saúde (DGS), a taxa de despistagem dos tumores da mama é ainda menor (27%) entre os agrupamentos de centros de saúde (ACES) e unidades locais de saúde. Isto quando no resto do país a cobertura é de 100%. O Ministério da Saúde já inscreveu verba no Orçamento para alargar programa.

Leia mais em www.dn.pt

Imagem de destaque: Shutterstock

Estes alimentos aumentam o risco de cancro de mama

Usar soutien provoca cancro da mama?