Subir

Hugh Grant e a depressão depois das “30 massagens por dia”

As férias que Hugh Grant passou nas Maldivas, em 2007, foram maravilhosas. Tão maravilhosas que, quando acabaram e o trouxeram de volta à vida quotidiana, o ator britânico entrou em depressão. No programa da estação norte-americana CBS ‘Late Late Show with James Corden’, a estrela de filmes como ‘Nothing Hill’ e ‘O Diário de Bridget Jones’ falou sobre essa época.

“[Nas Maldivas] Cheguei a fazer 30 massagens por dia. Fiquei louco”, começou por dizer, recordando de seguida o momento em que entrou no avião para regressar a casa: “Abri o jornal para ver os resultados do futebol e comecei a chorar. Não consegui parar de chorar durante três semanas. Foi absurdo”.

Grant, de 55 anos, admitiu ter chegado a consultar um profissional de hipnose, mas sem sucesso. “Não conseguia relaxar. Fiquei tenso como um sapo”, brincou.

Durante a entrevista, o ator falou ainda sobre a paternidade. Grant é pai de Felix, John e Tabitha.

Ana Filipe Silveira / Fotografia Reuters