Fábio Porchat cria série sobre homens em tempo de #MeToo

A revelação foi feita à revista brasileira Veja. Fábio Porchat, humorista brasileiro e um dos criadores de A Porta dos Fundos, revelou que está a criar uma nova série para a Comedy Central sobre os homens e sobre a forma como o sexo masculino está a encarar o empoderamento feminino. “Chama-se Homens e é sobre o modo como ele está a reagir a essa tomada de poder da mulher”, adiantou.

Ao detalhe, Porchat – que visita habitualmente Portugal – adiantou que se trata de uma narrativa composta por “um grupo de quatro amigos, e um deles descobre que está brocha [sem ereção]. Ele pede ajuda para entender o que está a acontecer, e eles começam a ouvir-se a procurar entender qual o lugar do homem, hoje”, explica

“Não ser estuprado não deveria ser um privilégio de alguém”

Na mesma entrevista, o humorista brasileiro considera que esta tomada de consciência por parte do sexo feminino “é ótima”. “Bom para as mulheres, bom para os gays, para os negros, bom para todas gente”, afirma. “Porque era só o homem branco heterossexual que estava ali firme e forte. Então, quanto mais as pessoas forem tomando o poder, melhor”, analisa. Porchat considera que “toda a gente deveria ter todos os privilégios, porque não ser espancado na rua não é um privilégio. Não ser estuprado [violado] não deveria ser um privilégio de alguém. É um ótimo momento em que todos estão a tentar entender, homens e mulheres, inclusive, como se podem colocar”, revela.

Tendo revelado que nunca sofreu de assédio no mundo da televisão, o humorista explica que também nunca se preocupou com essa possibilidade porque “nunca lhe passou pela cabeça”. Porém, na mesma conversa com a newsmagazine brasileira, Fábio sublinha que “esse [assédio] é um medo constante e diário das mulheres”.

Imagem de destaque: DR