Sete ideias originais para decorar a sua casa com azulejos

Já imaginou uma estante cujas portas são azulejos? Uma mesa no centro da sala, um quadro ou ainda uma tabela de basquetebol feita com esta peça de cerâmica? Sim, é possível, e a empresa Surrealejos do italiano Luca Colapietro é uma das que prova que este símbolo da cultura portuguesa vai muito além de ornamentar fachadas ou cobrir as paredes de certas divisões da casa.

“O que eu faço na Surrealejos é unir alguns elementos surrealistas, de que gosto, a esta tradição portuguesa”, explica o responsável e único elemento desta empresa que desenha, produz azulejos e faz ainda projetos de decoração de interiores. Luca é designer gráfico, nasceu em Bari no sul de Itália, mas foi em Milão que complementou a sua formação profissional como diretor de arte numa agência de publicidade, antes de se mudar para Lisboa há cinco anos.

“Em Itália também há uma tradição de azulejos, mas nunca vi nada como aqui em Lisboa. Encontrava-os no interior de edifícios, em fachadas, um pouco por todo o lado”, conta. Apaixonou-se por este que já é considerado um ícone nacional e tratou de abrir um ateliê da Surrealejos na Calçada de Santo André. É lá que vende alguns dos seus azulejos, os de “interior”, utilizados para pendurar na parede. Já para forrar a parede de uma casa de banho ou cozinha é necessário ter um forno que coza a mais de 1000 ºC, pelo que Luca recorre a uma fábrica nas Caldas da Rainha, com quem desenvolveu uma parceria.

Nestes últimos anos já criou peças como um elegante cesto de basquetebol cuja tabela era feita de azulejos ou mesmo uma prancha de skate, também neste material. As ideias mais habituais para decorar a casa de uma forma contemporânea podem assentar, não só nestas criações mais ousadas, como noutras mais simples, mas igualmente originais. “Podemos ter, por exemplo, uma mesa com o tampo forrado a azulejos, ou uma só parede assim decorada”, refere, acrescentando: “Também já fiz uma estante e é muito habitual fazer painéis para funcionar como quadros», refere ainda Luca. Os preços começam nos 19,90 euros e podem ir até aos quatro dígitos, dependendo da criação escolhida. Além do ateliê, vale a pena espreitar a loja no site ou, em alternativa, pedir um projeto feito à medida.

Oito peças da Kinda Home que queremos levar para casa

Os seis objetos que fazem a diferença na decoração da casa